Estação colheita: É hora de celebrar!

A efetiva dinâmica espiritual em nossos pequenos grupos

PIB é uma Igreja que nos últimos anos tem passado por uma expansão explosiva. De tudo que fazemos, um dos focos mais importantes é o cuidado e desenvolvimento dos discípulos que Deus tem nos dado. Só neste ano mais de 5000 pessoas entregaram suas vidas para Jesus!

É missão da Igreja de Cristo levar a mensagem de Jesus para as pessoas, cuidar das vidas dos novos discípulos, transformando-os em extraordinários discípulos de Jesus.

Como cuidar de tantos ao mesmo tempo? A Bíblia nos persuade que temos que crescer e crescer com qualidade. Para isto usamos uma estratégia que chamamos de Pequeno Grupo conhe- cido carinhosamente como PG. Um ambiente de 3 a 12 pessoas que se unem por afinidades que podem envolver: faixa etária, região geográfica, estado civil e afinidades.

Cada PG segue as Quatro Estações (Cultivo, Cuidado, Crescimento e Colheita). As Estações estão ligadas a um princípio espiritual bíblico, para que haja um constante crescimento durante o ano de todos os participantes. Na Estação Cultivo o propósito bíblico é de Evan- gelismo; onde levaremos novas pessoas para os grupos. A Estação Cuidado tem o propósito de Serviço como direção onde os participantes cuidam uns dos outros em sintonia com a máxima de Jesus – “Ame o seu próximo como a si mesmo” (Mateus 22.39).

Já na Estação Crescimento o propó- sito experimentado é o discipulado, onde cada discípulo é incentivado a progredir na sua formação espiritual. No fechamento do ciclo das estações temos a Estação que começamos a viver neste mês de dezembro – A Estação da Colheita (de dezembro a fevereiro). Neste tempo celebramos em adoração a Deus os seus feitos em nossos pequenos grupos durante todo o Ciclo da Estações. Em especial agradecemos a Deus pelas multiplicações dos PG’s para que ampliemos a nossa capacidade de cuidar por meio de novos PG’s. Só neste ano celebramos cerca de 200 multiplicações.

Atualmente temos 450 Pequenos Grupos com cerca de 4500 pessoas envolvidas. Também estamos reformulando a dinâmica dos PG’s das crianças
e juniores e já estimamos que até março de 2013 teremos cerca de 80 PG’s nestas faixas etárias, somando com os PG’s de jovens e adultos (450). Teremos breve- mente a quantidade de pessoas em PG semelhante ao da nossa membresia ativa, cerca de 6000 discípulos.

Na Rede de Pequenos Grupos a liderança é compartilhada. Temos os pastores de Rede; responsáveis
pelas Redes que envolvem dezenas de pequenos grupos em cada uma delas. Em seguida temos uma função chamada de supervisor que tem a responsabilidade de pastorear e liderar um grupo de Coor- denadores. Os Coordenadores atuam diretamente com grupos de Líderes de Pequenos Grupos e assim a Rede está suprida de cuidado, mentoreio, lealdade, proteção, unidade, visão e crescimento.

Um grande sentimento nosso nestes anos é que podemos melhorar no processo de integração de uma pessoa na vida da Igreja. Tivemos um número exponencial de decisões por Jesus nestes últimos anos e a nossa retenção não foi na mesma proporção. Como o Pastor Carlito já declarou: “Chegou a hora de definitivamente fecharmos as portas dos fundos!” Ou seja a palavra de ordem é de retermos um número muito maior daqueles que o Espírito Santo tem trazido para o nosso meio. Realmente conectá-los rapidamente a família espiritual (Efésios 2.19). Para isto a Rede dos Pequenos Grupos é fundamental e agora com a estratégia do Discipulado Um+Um aquilo que já era bom ficará ainda melhor.

Em 2013 ninguém ficará sem um discipulador, então a probabilidade de crescermos com discípulos saudáveis será possível e seremos uma grande teia de conexão – uma Igreja crescente e reali- zadora, que ao mesmo tempo conta com discípulos genuínos de Cristo dispostos a crescerem e transferirem vida para os outros começando com “um” por vez!

Se você ainda não faz parte de um Pequeno Grupo integre-se o quanto antes. Nesta revista você saberá como fazer para conectar-se a um grupo de pessoas para que você amadureça espi- ritualmente e frutifique com sua vida ao ponto de repartir de forma contagiante o amor de Cristo para com os outros.

Se você já faz parte de um Pequeno Grupo dê o seu melhor, não fique com a postura de só receber. Interaja para aben- çoar os que estão perto de você e almeje crescer na estrutura de Pequenos Grupos para ser usado pelo Espírito Santo no máximo de potencial que Deus planejou para a sua vida (Efésios 2.10).

Estou com grandes expectativas para a nossa Rede de Pequenos Grupos em 2013. Será um super ano (Efésios 3.20,21)!

Juntos, numa Igreja crescente e forte no UM+UM!

Abraço!

Fabiano Ribeiro
Pastor Executivo da Primeira Igreja Batista em São José dos Campos/SP
facebook.com/fabiano.ribeiro.391420
@fabianosribeiro